Vidas Negras Importam!
Blenda Santos Bahia Eu quero ver o Jovem Negro Vivo!

Vidas Negras Importam!

De acordo com o Atlas da Violência 2017, a cada 100 pessoas que sofrem HOMICÍDIO no Brasil, 71 são afrodescendentes. Enquanto a taxa de homicídios de não negros reduziu cerca de 15,3%, a taxa de homicídio de HOMENS NEGROS aumentou 18,2% num intervalo de 10 anos (de 2005 a 2015). Durante o mesmo período, a mortalidade de MULHERES NEGRAS sofreu um aumento de 22%, enquanto houve uma redução de 7,4% em relação às mulheres não negras. Considerando questões socioeconômicas, a população negra possui ainda 23,5% MAIS CHANCES de sofrer homicídio no Brasil. VOCÊ SE IMPORTA? Então junte-se a mim e ajude a mudar essa realidade. Para contribuir, basta clicar no botão amarelo "ENTRE EM AÇÃO" e assinar o manifesto 'Jovem Negro Vivo', exigindo que políticas governamentais sejam adotadas contra o genocídio da população negra. Você também pode nos ajudar a conseguir 100 MIL ASSINATURAS, compartilhando essa página e/ou criando a sua própria página de mobilização, clicando no botão 'Criar sua página de ação'! "Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado do opressor." (Desmond Tutu)

Assinaturas:
Meta: 200
Período:
21/07/2017 31/10/2017

O Brasil é o país onde mais se mata no mundo, superando muitos países em situação de guerra.

Em 2012, 56.000 pessoas foram assassinadas no Brasil. Destas, 30.000 são jovens entre 15 a 29 anos e, desse total, 77% são negros. A maioria dos homicídios é praticado por armas de fogo, e menos de 8% dos casos chegam a ser julgados.

A morte não pode ser o destino de tantos jovens, especialmente quando falamos de jovens negros. As consequências do preconceito e dos estereótipos negativos associados a estes jovens e aos territórios das favelas e das periferias devem ser amplamente debatidas e repudiadas.

O destino de todos os jovens é viver.

Você se importa?

Eu me importo!

Quero que as autoridades brasileiras assegurem aos jovens negros seu direito a uma vida livre de preconceito e de violência. E priorizem políticas públicas integradas de segurança pública, educação, cultura, trabalho, mobilidade urbana, entre outras.

Atividade


Últimas assinaturas

{{don.Name}}
{{don.Message}}
Vidas Negras Importam!
Blenda Santos
{{don.MessageAnswer}}
Nenhuma atividade nesta página.
Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

Close